Especial dia das bruxas | Como sobreviver a um apocalipse zumbi

No livro I am legend (Eu sou a lenda), de 1954, o escritor Richard Matheson retrata a vida de Robert Neville, um homem solitário que acreditava ser o único sobrevivente de uma pandemia que transformou humanos e animais em vampiros. Esse cenário apocalíptico pode ter sido a inspiração para outras obras de horror e ficção científica, como A noite dos mortos-vivos, obra de George A. Romero que descreveu a ameaça em forma de zumbis canibais.

Em Eu sou a lenda, Robert Neville sai durante o dia, momento em que as criaturas estão dormindo, para caçá-los e matá-los, expondo-os à luz do sol ou utilizando estacas, já que as balas não possuem efeito sobre eles. Para se defender dos ataques noturnos, Robert transformou sua casa em um verdadeiro forte, entrincheirando o local e reforçando portas e janelas, além de se valer de alho, cruzes e espelhos.

Mas, seria esse o único jeito de sobreviver a um apocalipse zumbi? Listamos aqui algumas medidas que podem ser úteis quando o caos estiver instalado:

  1. Acompanhe um epi: os epidemiologistas com certeza notarão que algo está errado e começarão a analisar a situação imediatamente. A melhor forma de saber o que eles sabem é estando entre eles.
  2. Atenção aos noticiários: Humanos com alguma doença desconhecida atacando uns aos outros? Relatos de mordidas e criaturas desfiguradas? Desaparecimentos e mortes em massa sem explicação? Se prepare!
  3. Faça um estoque de suprimentos: água, comida – dê preferência as enlatadas. Pode faltar gás! Também garanta uma caixa de primeiros socorros recheada, pilhas, lanternas, baterias e algo para se defender..
  4. Hora de se entocar: feche todas as portas e janelas do seu abrigo, reforce-as e crie o ambiente mais impenetrável possível.
  5. A dica número cinco é para o caso de a dica número quatro ser inviável. Lá vai: corra para as colinas. Devido a densidade de pessoas (possíveis vítimas!) nos centros urbanos, é possível que esse seja o local onde a epidemia se alastrará com mais rapidez, então, corra para as colinas. Mas seja esperto! Os curiosos que descem dos carros sempre causam engarrafamentos que acabam em catástrofe. Não seja curioso!
  6. Esteja um passo à frente: garanta que seu forte terá um ponto de observação para ver o exterior e não seja pego desprevenido!
  7. Se precisar sair: fique sempre alerta e preste atenção aos sinais! Se der de cara com algum zumbi, melhor torcer pra ser um do tipo canibal. Eles sempre são lentos nos filmes, então correr é uma boa opção. Mas ande com um colar de alho, para o caso de ser um zumbi vampiro!
  8. Não confie em ninguém: os contaminados nunca dirão que estão contaminados!

Fim das dicas, esperamos que elas nunca sejam necessárias! – Exceto a primeira haha Seja sócio!

#SejaProEpi como associado ou doador e seja um aliado da saúde pública! Conheça mais da ProEpi, e venha ser um ProEper!

Texto por Náthali Abreu

Referências

Revista Super, Manual do apocalipse (YouTube), Eu sou a lenda (livro)

One thought on “Especial dia das bruxas | Como sobreviver a um apocalipse zumbi

  1. Celestino Francisco Teixeira says:

    Realmente um bom conto para o dia de hoje para os países que comemoram este dia com bastante intensidade, a analogia, se assim posso chamar que é feita aqui em relação nossa prestimosa, espinhosa e tao gratificante Profissão (Epidemiologista) foi TOP, mas concordo que estas medidas nunca sejam necessárias de ser aplicadas a não ser a de Sócio. Bem haja ProEpi, o que têm feito é Bwe fixe. From Angola

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Language »
Esse site utiliza cookie de captura.