Projetos

Nossos projetos

Conheça os projetos dos quais a ProEpi fez parte ao longo dos anos desde sua fundação.

Dezembro, 2018

Comunidade de Prática

Foi lançado por meio da parceria da Universidade de Brasília, do Núcleo de Medicina Tropical (NMT) da Faculdade de Medicina (FM) Universidade de Brasília e do Centro de Tecnologias Interativas em Saúde (CENTEIAS) da Faculdade de Ciências da Saúde (FS) da Universidade de Brasília. Esse espaço pretende promover a construção coletiva de aprendizado por meio da integração entre os profissionais e militantes da saúde que se identifiquem com a iniciativa e queiram colaborar de alguma maneira para aprimoramento da saúde.

Dezembro, 2018

Novembro, 2018

Apoio aos eventos:1º Encontro Nacional De Vigilância e Respostas às Emergências em Saúde Pública e 10 º Encontro Científico do Programa de Treinamento em Epidemiologia Aplicada aos serviços do SUS – Episus

Ocorreu em Brasília, nos dias 26 a 30 de novembro. Nessa iniciativa, tivemos a participação da equipe da ProEpi Danielly Xavier, Maurício Maciel e Patrícia Paiva, além da participação especial do membro do conselho diretivo, Alexandre Menezes.

 

Novembro, 2018

Setembro, 2018

Apoio ao evento:

Nos dias 2 a 5 de setembro, ocorreu em Recife o 54º MedTrop. A ProEpi foi representadas pelos sócios José Alexandre Menezes, Rui Durlacher e Veruska Maia. A ProEpi teve o apoio da Casa de Chagas e de seu idealizador, Dr. Wilson de Oliveira Júnior.

Setembro, 2018

Julho, 2018

Apoio no evento: XXXIV Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde

Nos dias 25 a 27 de julho de 2018, a ProEpi esteve presente no evento na exposição para construção de saberes e disseminação da ferramenta de ensino à distância estruturada em parceria com o CONASEMS, participaram deste evento a equipe da ProEpi, Sara Ferraz e Patrícia Paiva. Além disso, proporcionou o encontro da diretoria com os sócios, dentre muitos encontros, encontramos os sócios Sergio Beltrão e Brigina Kemp.

Julho, 2018

Junho, 2018

Apoio no evento: Oficina para Avaliação do Projeto Piloto para controle e Vigilância da Leptospirose

No ano de 2018, realizamos a oficina de avaliação nos dias 24 a 26 de junho, na qual elaboramos relatórios finais e avaliativos, com recomendações de intervenção ambiental para o município. Em parceria com o CDC/Atlanta e o Ministério da Saúde do Brasil. Com participação da equipe da UVZ Curitiba, composta por Juliano Ribeiro, Ana Paula Mafra Poleto, Diogo da Cunha Ferraz, Irinéia Francisca Gozzo, Tatianna Paula Hartin, além da epidemiologista contratada, Daniele Arita e nossos voluntários, graduandas do Williams College, Justine e Christine, e o professor Jonas Brant. Contamos ainda com a ilustre participação de nossa Diretora Executiva Sara Ferraz.

Junho, 2018

Junho, 2018

Intercambio científico e cultural em Williams College

Entre junho e julho de 2018, a ProEpi, em parceria com a Universidade de Brasília, recebeu em Brasília as estudantes Justine Felix e Christine Chavarria do Williams College nos Estados Unidos e Alina Catia Herrena residente da Universidad Peruana de Ciencias Aplicadas no Peru. O intercâmbio das estudantes no Brasil, durou três meses e programamos dois momentos: as três primeiras semanas foram de atividades teóricas e realização de cursos à distância na plataforma EaD da ProEpi com apresentações sobre o Sistema de Saúde do Brasil e o segundo momento, as nove semanas seguintes, realizamos atividades práticas realizadas em Curitiba.

Junho, 2018

Junho, 2018

Intercambio científico e cultural na Universidad Peruana de Ciencias Aplicadas (UPC)

Nos meses de junho e julho, a ProEpi em parceria com a Universidade de Brasília, recebeu dois alunos de medicina da Universidade Peruana, Paolo Villegas e Alex Roja para vivências no campo da Vigilância em Saúde no Brasil. As atividades desenvolvidas na Universidade de Brasília abordaram temas e vivências sobre o Sistema Único de Saúde e Vigilância em Saúde do Brasil, reflexões críticas e comparativos sobre o Sistema de Saúde do Peru.

Junho, 2018

2018

Apoio ao evento: 12 º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva Abrascão – Oficina de investigação de surto

A sócia Beatriz Kitagawa conduziu um curso pré-congresso durante o Abrascão (12º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva) com o tema “Abordagem sistemática para investigação de surtos: jogando com os dez passos”.

2018

2018

Execução do aprimoramento do aplicativo Guardiões da Saúde

Em 2018, apoiamos o projeto com uma proposta de remodelagem e aprimoramento do aplicativo. A nova versão foi apresentada ao Instituto Nacional de Saúde da Colômbia com vistas a novas parcerias com os países da América Latina.

2018

2018

Treinamento semipresencial em Entomologia aplicada à Saúde Pública

O treinamento foi produzido pela ProEpi em parceria com entomologistas da Universidade de Brasília. Nas atividades presenciais, além da equipe da ProEpi, com a participação de Sara Ferraz, Danielly Xavier e Isla Novaes, o treinamento contou com uma equipe técnica de especialistas em Entomologia e Epidemiologia. 

Para o treinamento presencial, a equipe de professores da Universidade de Brasília foi composta pelos entomologistas Rodrigo Gurgel e Marcos Obara, além dos professores convidados Rafaella Albuquerque, Andrey Andrade, Carlois Campelo, Gabriela Carvalho, Jonas Brant, Pedro Tauil, Paulo da Silva, Rafaella Albuquerque, Reginaldo Rodrigues, e os tutores voluntários Bruno Lopes e Douglas Almeida. 

Para a terceira fase do treinamento, referente ao Projeto Aplicativo, foi composta uma equipe de tutores, com um membro da ProEpi, dois professores da Universidade de Brasília (Rodrigo Gurgel e Marcos Obara) e mais tutores técnicos (Bruno Lopes e Douglas Almeida) para a orientação dos projetos.

2018

2018

Criação dos cursos EAD de Vigilância em Saúde e Entomologia aplicada à Saúde Pública

Em parceria com o Conselho Nacional das Secretarias Municipais de Saúde (Conasems). O projeto contou com a realização de duas ferramentas auto instrutivas em modalidade a distância com os temas “Vigilância em Saúde” e “Entomologia aplicada à Saúde Pública” que estão disponíveis na nossa plataforma EAD.

2018

2017

Aprimoramento do aplicativo Guardiões da Saúde

O projeto é parte de uma iniciativa do Ministério da Saúde do Brasil, iniciada em 2014, para a vigilância de eventos em saúde durante a copa do mundo. Em 2016, em parceria com a organização não-governamental “Skoll Global ThreatsFund” (USA), a ferramenta visava avaliar o potencial da vigilância principalmente durante os jogos olímpicos e paralímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. Em 2017, a ProEpi o projeto com uma proposta de remodelagem e aprimoramento do aplicativo.

2017

2017

Elaboração de Curso Básico de Geoprocessamento utilizando o software QGISTM para elaboração de análises espaciais aplicado à Vigilância em Saúde

O curso foi lançado em 2017 em parceria com o Instituto do Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa (IEP-HSL). O projeto contou com dois estagiários do Centro de Tecnologias Educacionais e Interativas em Saúde (CENTEIAS) da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade de Brasília (FS-UnB), Karina Flávia Ribeiro Matos e Alessandro Igor da Silva Lopes, colaboraram como voluntários, além do voluntário Mauricio Maciel que atuou como nosso designer gráfico. A conteudista do curso foi a tecnologista em Saúde Pública da FIOCRUZ do Rio de Janeiro, Renata Gracie. E Renato Lima nos apoiou como o nosso desenvolvedor de ensino e de tecnologia da informação.

2017

2017

Organização, análise e interpretação de dados de Vigilância Ambiental e Epidemiológica para o desenvolvimento de ações para a prevenção e controle de fatores de risco ambientais relacionados à Leptospirose

Realizado em parceria CDC/Atlanta e o GT Roedores do Ministério da Saúde do Brasil, o projeto contou com a participação da Secretaria de Saúde de Estado do Paraná, a Unidade de Vigilância de Zoonoses do município de Curitiba (UVZ Curitiba). A ProEpi realizou quatro treinamentos, com o mapeamento de novas áreas de risco para a vigilância da leptospirose. A equipe de execução do projeto foram Juliano Ribeiro, Ana Paula Mafra Poleto, Diogo da Cunha Ferraz, Irinéia Francisca Gozzo, Tatianna Paula Hartin, técnicos da UVZ Curitiba, epidemiologista contratada, Daniele Arita, voluntários Daisy Banta e Patrícia Lozano, graduandas do Williams Collegee e Jonas Brant, professor da Universidade de Brasília.

2017

2017

Estratégia para fortalecimento da Vigilância da Malária no Paraguai

Em parceria com a Organização Internacional para Migrantes no Paraguai (OIM Paraguai), com a finalidade de fortalecer a vigilância da malária no país, realizamos um treinamento do Epi InfoTM 7.2 incluindo o curso a distância em nossa plataforma EAD e um treinamento presencial. Além disso, a proposta incluiu a elaboração de um painel de análise para monitoramento da situação epidemiológica da Malária em todo o Paraguai. Para esse projeto, tivemos como voluntários a epidemiologista Érika Rossetto e o analista de Tecnologia da Informação Rogério Carminé.

2017

Inicio em Janeiro, 2017

Apoio ao Projeto Patógenos Especiais

Auxiliamos o desenvolvimento do projeto “Patógenos Especiais” em parceria com CDC/Atlanta como continuidade de uma parceria com a ProEpi desde sua fundação. Realizado nos meses de janeiro a setembro. Além do apoio do CDC, os projetos tiveram apoio do Ministério da Saúde do Brasil, Secretaria de Saúde do Estado do Ceará e da Unidade de Vigilância de Zoonoses do município de Curitiba (UVZ Curitiba). A sócia Daniele Arita, foi a consultora para esse projeto, contamos também com sócio Jonas Brant como consultor voluntário. E com a participação das graduandas em Biologia do Williams College (Massachussets, EUA) Daisy Banta e Patricia Lozano.

Inicio em Janeiro, 2017

Início de 2017

Proposta para utilização da ferramenta de avaliação de risco programada e matriz de avaliação de risco para Sarampo/Rubéola no Brasil

O projeto em parceria com o Ministério da Saúde do Brasil (MS), Secretaria de Estado de Saúde do Ceará (SES-CE), a Secretaria de Estado de Saúde de Pernambuco (SES-PE), a Organização Pan-americana da Saúde (OPAS) e os Centros de Prevenção e Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC-EUA). As sócias e voluntárias da ProEpi, Zênia Monteiro e Cristina Segatto que foram as responsáveis por testar a ferramenta de avaliação de risco. A voluntária do Hospital Universitário de Brasília, da Residência Multiprofissional em Atenção Básica, Danielly Xavier que atuou como relatora da oficina. a participação de Alice Pope, James Goodson e Jennifer Kriss, do Centro de Controle e Prevenção de Doenças CDC/USA e Claudia Ortiz, Desiree Pastor, Lely Guzman e Pâmela Bravo da Organização Panamericana da Saúde (PAHO/OMS). E a coordenadora de projetos Fernanda Neves representou a Secretaria Executiva.

Início de 2017

Dezembro, 2016

Participação especial na 9ª Conferência Regional para as Américas da TEPHINET

Esta participação foi a maior do ano. Ocorreu entre 12 a 16 de dezembro na Ciudad del Este, Paraguai. Neste evento, a nossa Rede participou de 4 dos 9 workshops realizados e auxiliou na organização do Concurso de Fotografia da Conferência. Os workshops foram em comunicação de risco e aplicada para gestão de surtos e emergência, novas tecnologias para identificar possíveis casos de Zika, técnicas de análise espacial para identificar difusão espacial de Zika na América do Sul e EpiCore: O quê? Quem? Quando? Onde? Por quê? Como?

Dezembro, 2016

Dezembro, 2016

Treinamento Presencial de Epi Info 7 em Recife

O terceiro treinamento do ano ocorreu de 05 a 08 de dezembro em Recife e contou com 16 participantes.

Dezembro, 2016

Novembro, 2016

Treinamento Presencial de Epi Info 7 em Belém

O segundo treinamento ocorreu em Belém em ter os dias 29 de novembro e 01 de dezembro e contou com 12 participantes.

Novembro, 2016

Setembro, 2016

Curso de Comunicação aplicada e de risco na gestão de surtos e emergências em Moçambique

O objetivo principal do curso foi de capacitar profissionais do Instituto Nacional de Saúde (INS) e Ministério da Saúde (MINSA) de Moçambique para a comunicação de risco em situações de emergência em saúde pública. Ocorreu entre os dias 19 e 23 de setembro, contando com a participação da nossa sócia  Érika Rossetto. 

Setembro, 2016

Setembro, 2016

Treinamento Presencial de Epi Info 7 em Brasília

O primeiro treinamento de 2016 foi realizado em Brasília entre os dias 19 e 22 de setembro, onde contou com 10 participantes.

Setembro, 2016

Agosto, 2016

Curso de Implementação do uso de novas tecnologias durante eventos de massa em Moçambique

Realizado dentro do 9º Festival Nacional de Culturade Moçambique, que ocorreu em 24 a 28 de agosto. Tendo treinamento de Epi Info e sua a implementação e execução de vigilância ativa em eventos de massa. Os sócios presentes nessa ocasião eram Daniele Nunes e Jonas Brant.

Agosto, 2016

Agosto, 2016

Curso básico de Geoprocessamento em Curitiba

O curso fez parte do projeto de fortalecimento das ações de monitoramento, controle e construção de métodos de priorização de áreas de risco para Leptospirose na cidade. Ocorreu nos dias 1 a 3 de agosto. E contou com os colaboradores Renata Gracie e Ingrid Nezu. 

Agosto, 2016

Julho, 2016

Curso Introdutório para a 3ª Cohort FETP do Paraguai

O curso ocorreu em julho e agosto de 2016, e contou com o apoio dos sócios Érika Rossetto,
Wildo e Elionardo.

Julho, 2016

Junho, 2016

Treinamento Intermediário de Epi Info 7 no Projeto SANAR – doenças negligenciadas

Foi uma iniciativa em parceria com o Ministério de Saúde do Brasil, e contou com 29 participantes em Recife e Pernambuco nos dias 20 e 21 de junho.

Junho, 2016

Abril, 2016

Curso intermediário de Epidemiologia e Liderança para gestão de surtos e emergências em Moçambique

O curso foi ministrado pelos sócios Érica Rossetto e Márcio Garcia, no período de 11 a 22 de abril de 2016.

Abril, 2016

2016

Apoio e participação em Conferências Científicas de vigilância em saúde

Participação na 52º Congresso da sociedade Brasileira de Medicina Tropical (MEDTROP), XVI Curso Internacional de Epidemiologia Molecular e na  65ª Conferência Anual de EIS (Epidemic Intelligence Service).

2016

2016

Resposta ao surto de Febre amarela em Angola

A TEPHINET, através do GOARN, coordenou o envio de epidemiologistas de campo que ajudaram na implementação de uma campanha de vacinação de emergência coordenada pelo Ministério da Saúde de Angola e pela Organização Mundial da Saúde, além de auxiliarem na investigação da fonte do surto. A ProEpi, no âmbito nacional, atuou em parceria como facilitadora da mobilização e levantamento de dados dos interessados e cerca de 13 profissionais foram enviados para prestar auxílio.

2016

2016

Criação do curso à distância de Epi info 7

Em 2016, lançamos o curso básico a distância de Epi info 7. Esse curso marcou o lançamento da plataforma de ensino à distância da ProEpi. Na nossa plataforma, está disponível
nos idiomas de Português e de Espanhol.

 

2016

2016

Criação do curso à distância de Excel/tab win

Em 2016, lançamos também o curso básico a distância de Escel/tab win.

2016